Google+ Followers

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Rolândia exige respeito!


Visivelmente há várias equipes de motosserra e nenhuma equipe de plantio  na atual administração. Desde que deixei o governo Johnny Lehmann e que o servidor Walter Veiga (popular Pelego) solicitou sua transferência da Secretaria de Meio Ambiente que o plantio de árvores nas vias públicas cessaram completamente! Várias árvores ceifadas não estão, ao menos, sendo repostas! Hora de refletirmos: Que futuro a Secretaria de Meio Ambiente está plantando? Um futuro desértico, sem dúvida. Queremos uma cidade mais verde!!!

terça-feira, 12 de abril de 2011

O Outro Ser...


Acabo receber um escrito de meu Amigo e Educador Ambiental Daniel Steidle. Sob o cenário apocalíptico da atualidade, (reforma do Código Florestal, desastres naturais, urbanização acelerada, crescimento da população, crise energética, campanhas ambientais das igrejas), Daniel nos desafia a descobrir “o outro ser”:  Será que vamos deixar o dia chegar, da terra falar: “Vá plantar batata na lua, que aqui não tem mais jeito!?" Dominando progressivamente o mundo, o ser humano parece que se esqueceu que é parte da natureza.  Agimos como se o ambiente existisse somente para nos servir. A consideração que damos às plantas, aos animais, a terra, à água se baseia unicamente na utilidade que têm para nós. Em nosso egoísmo ignoramos os limites do planeta. Num clima de “fim de mundo” consumimos além da capacidade do planeta e produzimos freneticamente lixo. A superficial preocupação ambiental cria ilusões que se limitam a disfarçar o impacto do nosso modo de viver. A utopia que vivemos consome nossa existência. Contudo, nossa crise existencial poderia deixar de existir, se nos adequássemos a consumir apenas a metade dos recursos disponíveis no planeta. A idéia parece óbvia, pois formaria um cenário de equilíbrio propício ao combate do desperdício, a pratica da partilha e a noção de gratidão. O cuidado redobrado com os escassos meios de “meio planeta”, desenvolveria “o outro ser”. Um ser que, além de poder sobreviver na terra, voltaria a ter tempo para fazer arte, filosofar, contemplar e a brincar com as crianças. Abraços! Bimini, 12-04-11.

Holocausto Vegetal em Rolândia!

Quem não se recorda do desenho animado Smurfs? Todos, certamente. Na série de televisão, Gargamel era o vilão, que vivia à caça dos seres azuis da Floresta. Atualmente, Rolândia está vivenciando um autêntico holocausto vegetal. Em dois anos de governo Jhonny Lehmann,  inúmeras árvores sadias foram assassinadas e incineradas em caldeiras e fornos de carvão! As várias denúncias na Câmara Municipal, Ministério Público e imprensa não têm sido suficientes para conter a fúria mortífera da turma da motosserra.  Infelizmente, nossos "gestores" ambientais  definiram a bela Sibipiruna (Caesalpinia peltophoroides) como espécie arbórea indesejável  no meio urbano. Em Rolândia, a exemplo do desenho animado, a turma da motosserra,  diariamente,  sai de casa à caça de nossas Sibipirunas! Preocupado com o massacre, estou procurando salvar a espécie da extinção local. Já plantei um exemplar no Refúgio Peroba Rosa... Adeus, Sibipirunas! Saudades...


quarta-feira, 6 de abril de 2011

"Socialistas" de Motosserra!



No Brasil, na maioria dos casos, as mudanças (inclusive as pragmáticas) ocorrem para pior. Este é o caso do novo "Código Florestal" proposto pela bancada ruralista com considerável apoio na Câmara. A relatoria do "projeto" ficou a cargo do deputado "comunista" Aldo Rebelo (PCdoB-SP).

Os Cientistas são unânimes em afirmar que a atual faixa de preservação de mananciais (mínimo de 30 metros) é irrisória. Ela seria o limite admissível para o combate à extinção de espécies, assoreamento de rios e córregos, além, é claro, da minimização das famigeradas mudanças climáticas.

Entre outras barbaridades, o "projeto" prevê anistia para crimes de desmatamento e uma redução de 15 metros nas áreas de preservação permanentes. Um absurdo! Indagamos: Será que 15 metros a mais de plantio (em áreas, muitas vezes, acidentadas ou alagadiças) resultarão em grande aumento nos lucros? Obviamente, a resposta é: NÃO!

Estudos mais abalizados prevêm a extinção de várias espécies e danos irreparáveis aos recursos hídricos em caso de sua aprovação. O novo "Código Florestal" não agrada vastos setores da sociedade. Vejam, por exemplo, o pronunciamento da CNBB por ocasião da presente Campanha da Fraternidade.

No que tange a supressão das Reservas Legais (20% na Região Sul), o fato será ainda mais grave. O Estado do Paraná, por exemplo, perdeu cerca de 96% de suas Florestas Nativas e, atualmente, Biomas inteiros estão à beira do colapso! Várias espécies sequer foram conhecidas e estudadas!

Ademais, desmatamento não é sinônimo de maior produção! Basta comparar os índices produtivos por hectare da região Centro-Oeste com o Sul ou, ainda, do Brasil com os Estados Unidos e União Européia... Os dados serão convincentes!

Se os ruralistas reivindicassem o manejo sustentável das Reservas Legais seriam  compreendidos! Poderiam, por exemplo, produzir nas Reservas Legais, mel, frutas, ervas medicinais, borracha, palmito, erva mate, madeira, etc... Tais culturas não demandam altas doses de agrotóxicos. Em resumo: RESERVA LEGAL = CAPITAL!

Mas, não! Insistem em uma "cultura"  imediatista-desertificadora e, pior: contam com o apoio de "socialistas, sociais democratas, petistas, trabalhistas, progressistas", etc... Diante da promiscuidade ideológica de nossos "partidos políticos", podemos até  "admitir" que a "esquerda" flerte com a "direita" ou vice-versa! Mas que não usem os recursos naturais como moeda de troca!

terça-feira, 5 de abril de 2011

Sobre Israel, Irã e a Política Externa Brasileira...


Fato pacífico, uma lição atemporal é receber (aprender) para compartilhar (ensinar). Do Sêfer ha-Zohar (O Livro do Esplendor), atribuído a um dos maiores Sábios de todos os Tempos, o Rabi  Shimon Bar-Yochai, são as Abençoadas Palavras introdutórias:  "Não creiais que o homem não seja mais que carne! O que realmente faz o homem é sua alma. E assim como Deus forma o Ponto Oculto, do qual todas as hostes celestes e todas as regiões superiores formam o envoltório, assim também é o homem representado por sua alma mais interna, da qual todas as partes do corpo formam o envoltório(...) Deus criou o Homem de tal modo que dentro dele está uma parte de todos os Espíritos Celestes." O Homem é a imagem-semelhança de Deus e diante desta Verdade, condenamos qualquer tipo de ódio e derramamento de sangue entre pessoas, classes, religiões ou nações. Abro um parêntesis: Derramar, desnecessariamente, o sangue de Animas e Plantas  é igualmente condenável. Assim sendo, preocupa-nos os recentes ataques terroristas contra a Cidade Santa de Jerusalém e causa-nos pavor as declarações malévolas do Presidente do Irã contra Israel. Parabenizamos o Governo Brasileiro pelo recente posicionamento na ONU contra violações dos Direitos Humanos pelo Irã. Israel é uma Democracia avançada cercada por regimes totalitários extremistas. Beira o impossível advogar a Paz diante de tantos ataques covardes à Israel. Estamos ao lado de Amós Oz, Aharon Appelfeld e de todos os Ativistas da Paz de ambos os lados:  Jamais perderemos nossas esperanças! Para encerrar, voltemos às Revaloções do Mestre Bar-Yochai no Livro do Esplendor: "(...) eu vi uma grande luz, que cobre o mundo inteiro. Essa luz é Miguel, o grande Advogado de Israel. Sempre que Israel é atacado pelo outro lado, Miguel toma sua defesa e o salva. (Bension, Ariel. O Zohar, São Paulo: Polar, 2006)". Portanto, oremos pela Paz no Brasil, em Israel e no Mundo! Por fim, dedicamos este breve texto à memória dos refugiados Judeus-Alemães de Rolândia: Semeadores da Paz nos trópicos!