Google+ Followers

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Idade do Universo: Bíblia versus Big Bang?


Para muitos crentes, Bíblia e Ciência são opostos irreconciliáveis. Entretanto, em Imortalidade, Ressureição e Idade do Universo: Uma visão Cabalística, o Rabino e Físico Aryeh Kaplan, de abençoada memória, cita um antigo manuscrito denominado Otsar ha-Chayim, de autoria do Rav Isaac de Aco (1250-1350) que corrobora as recentes teorias científicas de que o início do Universo teria ocorrido a cerca de 15 bilhões de anos:

Eu, o insignificante Isaac de Aco, achei por bem registrar um grande mistério que deveria ser mantido muito bem escondido. Um dia de Deus dura mil anos, pois está escrito: "Pois mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem (Salmo 90:4). Como um de nossos anos tem 365 1/4 dias, um ano das Alturas equivale a 365.250 de nossos anos.

Com base em interpretações clásicas do Midrash e no Sêfer ha-Temuná (antigo  trabalho cabalístico atribuído ao Sábio do Século I, Rabi Nechunia ben ha-Cana), Rav Kaplan, levando em consideração os ciclos sabáticos, cita que a idade do Mundo é de 42.000 anos. Este ensinamento foi matéria de uma interpretação muito significativa do Rabino Isaac de Aco. Ele era um estudioso e colega de Ramban (Nachmânides), e um dos mais importantes cabalistas de seu tempo.

Assim, de acordo com o Rabino Isaac de Aco, o Universo teria 42.000 x 365.250  anos de idade. Isto vem a ser 15.340.500.000 anos, um número significativo. Partindo de cálculos baseados na expansão do Universo e outras observações cosmológicas, a ciência moderna concluiu que o Big Bang ocorreu há aproximadamente 15 bilhões de anos. Aqui vemos o mesmo número apresentado pela Torah há  centenas de anos!

Sintetizando: Para Rav Kaplan, não há conflito real entre a Torah e a ciência a respeito desta questão tão crucial. Só se pode concluir que os ensinamentos da Torah foram ratificados pelas modernas descobertas científicas. Estou certo de que muitos vão achar que isto é objeto de muita controvérsia. Contudo, é importante saber que esta opinião existia (há séculos) em nossa literatura clássica; Moral da história: Ciência e Religião não são e nunca serão opostos!

O Rabino Aryeh Kaplan.

5 comentários:

  1. Para ser mais exato ainda,estamos no ano de 5772 X 365.250 anos=14.757.561.000 anos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Minerbo,
      Devo corrigí-lo nos seu cálculos. 5.772 x 365.250 resulta em apenas 2.108.223.000!

      Excluir
  2. Minerbo: Obrigado pela visita e pelo registro!

    Fique a vontade para postar sempre!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, PA Farina pelo artigo. (Existe uma correção a ser feita: RambaN e não RambaM, para se referir ao Nachmânides, de abençoada memória.)

    Os 42.000 anos referem-se às 6 Eras shabáticas antes da contagem do calendário, marco da sétima Era shabática. Portanto, a idade atual do Universo é ((6 x 7.000) * (365¼ * 1.000)) + 5772 = 15.340.505.772 anos.

    Para maiores detalhes de cada Era, indico as palestras do dr. Gerald Shcroeder, que fez grandes avanços nesse sentido.
    http://www.youtube.com/watch?v=u58vxm0BsC8
    http://www.geraldschroeder.com/Genesis.aspx

    Se me permitir, gostaria de acrescentar uma moral da história ao artigo:
    Conhecemos a autoria de um livro pela sua assinatura e esta é a indelével assinatura do Criador como autor da Bíblia e de sua Santidade.

    ResponderExcluir